Perdi a confiança em todos

PERDI A CONFIANÇA EM TODOS

Muitas vezes, o abusador tem a tendência a projetar no outro aquilo que não consegue lidar dentro de si. Na verdade, não confia em si mesmo, em seu potencial e não encarando isso, desestabilizará sua vítima.

É fundamental entender que não se deve permanecer refém dessa dinâmica abusiva.

O medo da mudança é algo gigantesco, mas necessária! Afinal foi tanto tempo nesse relacionamento abusivo, o medo das agressões, violências, brigas intermináveis, e com tudo isso alimenta dentro de si a crença de que não poderá estar sozinho.

Lembre-se que não existe solidão pior do que estar ao lado de alguém que lhe trate com tanta indiferença e que não te considere.

Reconheça seus limites e comece a se respeitar, investindo em si diariamente, lute por reconquistas a confiança em si mesmo.

Afinal quem cuida da mente, cuida da vida!

Paula Freitas

Psicóloga, psicoterapeuta de casal e terapeuta sexual

WhatsApp – 11 98313 2371

WhatsApp:

paulafreitaspsicologa@gmail.com

@paulafreitaspsicologa

@relacionamentoabusivopsi

#paulafreitaspsicologa #relacionamentospsicologia #insightpsique #terapeutasexual #psicologaonline #psicoterapeutadecasal #psicoeducação #dificuldadesnosrelacionamentos #conflitosnosrelacionamentos #narcisista #relacionamentoamoroso #fimdorelacionamento #separação #sexualidade #relacionamentoabusivo #relacionamentoabusivopsi

Ninguém me ama! Ninguém me quer!

NINGUÉM ME AMA! NINGUÉM ME QUER!

Quando o abusador percebe que a vítima está no mecanismo do medo se aproveita dessa situação e reforçará a ideia de que você não será mais amado por ninguém ou até mesmo que ninguém te amará como ele.

Assim surgem o questionamento: Será que ninguém no mundo é capaz de me amar?

Esses argumentos que tanto ficam em nossa mente, serve para te convencer e fazer você realmente acreditar essa crença de que ninguém mais irá te amar, isso acontece devido a fragilidade emocional instalada em si.

Reflita nesses pontos, mas seja sincero consigo mesmo:

  • É familiar para você, amar e se sentir abandonado?
  • Você se ama? Como você se ama?
  • Quais carinhos faz em si mesmo? Quanto cuida de si?
  • Como se preserva?
  • Como se considera?
  • Como você se poupa? Como você se nota?

Agora que respondeu essas questões, falta mais um passo: Quais atitudes faltam para que você se senta seguro? Escreva todas as atitudes e enumere na ordem que começará  a entrar em ação. Não procrastine!

Quando aprendemos a nos amar e nos valorizar, quebramos essa visão distorcida do amor, e verá que é capaz de amar e ser amado.

Afinal quem cuida da mente, cuida da vida!

Paula Freitas

Psicóloga, psicoterapeuta de casal e terapeuta sexual

WhatsApp – 11 98313 2371

WhatsApp:

paulafreitaspsicologa@gmail.com

@paulafreitaspsicologa

@relacionamentoabusivopsi

#paulafreitaspsicologa #relacionamentospsicologia #insightpsique #terapeutasexual #psicologaonline #psicoterapeutadecasal #psicoeducação #dificuldadesnosrelacionamentos #conflitosnosrelacionamentos #narcisista #relacionamentoamoroso #fimdorelacionamento #separação #sexualidade #relacionamentoabusivo #relacionamentoabusivopsi

Agradar o outro por medo de não ser amado

AGRADAR O OUTRO POR MEDO DE NÃO SER AMADO

O medo de não ser amado traz uma grande angústia e sofrimento.

Ao perceber o medo de não ser amado, o abusador reforçará sem dó e nem piedade, fazendo você acreditar que não é boa o bastante para ser amado por outra pessoa e que ninguém mais será capaz de te amar, por isso só lhe resta aceitar isso e ficar ao lado dele.

A psicoterapia é fundamental quando esse medo de não ser amado e medo do abandono está instalado em nosso mecanismo, pois será feito uma viagem ao seu histórico, analisando se existem feridas de abandono não cicatrizadas.

Com essas feridas vem muito sofrimento e assim vai se aprendendo que amar dói. Através desse amor doentio aprendido, a pessoa se coloca com mais facilidade em lugares conhecidos, mesmo que sofridos e terá muita dificuldade de enfrentar essa situação.

Afinal quem cuida da mente, cuida da vida!

Paula Freitas

Psicóloga, psicoterapeuta de casal e terapeuta sexual

WhatsApp – 11 98313 2371

WhatsApp:

paulafreitaspsicologa@gmail.com

@paulafreitaspsicologa

@relacionamentoabusivopsi

#paulafreitaspsicologa #relacionamentospsicologia #insightpsique #terapeutasexual #psicologaonline #psicoterapeutadecasal #psicoeducação #dificuldadesnosrelacionamentos #conflitosnosrelacionamentos #narcisista #relacionamentoamoroso #fimdorelacionamento #separação #sexualidade #relacionamentoabusivo #relacionamentoabusivopsi

Pequenos detalhes podem levar grandes discussões nos relacionamentos

PEQUENOS DETALHES PODEM LEVAR GRANDES DISCUSSÕES NOS RELACIONAMENTOS

Pequenos detalhes, atividades simples podem se transformar numa grande discussão dentro de uma relação abusiva.

O abusador sempre tem razão! Por mais que a vítima tente mostrar que está errado, será algo em vão.

Com esse jogo psicológico, o abusador tem a intenção de desestabilizar e reforçar o domínio que tem sua vítima.

Então, a pessoa passa a medir suas palavras e atitudes, é aquela sensação de estar pisando em ovos. Se priva de atividades simples, vai deixando de fazer muitas coisas para não desagradar o outro.

O abusador tem prazer em ver a vítima mal, triste e gera angústia que vão provocando feridas emocionais podendo desencadear transtornos psicológicos, como ansiedade, depressão e pânico.

Afinal quem cuida da mente, cuida da vida!

Paula Freitas

Psicóloga, psicoterapeuta de casal e terapeuta sexual

WhatsApp – 11 98313 2371

WhatsApp:

paulafreitaspsicologa@gmail.com

@paulafreitaspsicologa

@relacionamentoabusivopsi

#paulafreitaspsicologa #relacionamentospsicologia #insightpsique #terapeutasexual #psicologaonline #psicoterapeutadecasal #psicoeducação #dificuldadesnosrelacionamentos #conflitosnosrelacionamentos #narcisista #relacionamentoamoroso #fimdorelacionamento #separação #sexualidade #relacionamentoabusivo #relacionamentoabusivopsi

O medo no relacionamento abusivo

O MEDO NO RELACIONAMENTO ABUSIVO

O medo é um sentimento muito vivenciado num relacionamento abusivo. O medo parece algo inexplicável, muitas vezes, não consegue identificar de onde vem, mas sabe que acarreta dor, fragilidade emocional, instabilidade e vem aquela insegurança que parece que te paralisa.

Quando se tem a percepção de que está aceitando algumas situações mesmo que não concorde e não queira, e aí que o medo do abandono se instaura, esse sentimento de medo de ser abandonado alimenta ainda mais o ciclo abusivo.

Quando ao abusador percebe esse medo, vem com uma grande manipulação, pois percebe que a vítima está presa nessa dinâmica, refém dessa relação perturbadora e tóxica.

Esse medo do abandono faz a vítima pedir desculpa por tudo, mesmo que não tenha feito algo para esse pedido de desculpa, pois se assim não o faz, se sentirá mais culpada ainda. Isso ocorre porque a vítima já não aguenta mais tantas discussões sem motivo e muitas vezes vinda com ameaças.

Para reconhecer esse medo do abandono é fundamental o processo terapêutico para trabalhar essa ferida emocional.

Será que tem uma ferida do abandono dentro de si que foi pouco olhada?

Afinal quem cuida da mente, cuida da vida!

Paula Freitas

Psicóloga, psicoterapeuta de casal e terapeuta sexual

WhatsApp – 11 98313 2371

WhatsApp:

paulafreitaspsicologa@gmail.com

@paulafreitaspsicologa

@relacionamentoabusivopsi

#paulafreitaspsicologa #relacionamentospsicologia #insightpsique #terapeutasexual #psicologaonline #psicoterapeutadecasal #psicoeducação #dificuldadesnosrelacionamentos #conflitosnosrelacionamentos #narcisista #relacionamentoamoroso #fimdorelacionamento #separação #sexualidade #relacionamentoabusivo #relacionamentoabusivopsi