A fragilidade emocional e a carência afetiva

A FRAGILIDADE EMOCIONAL E A CARÊNCIA AFETIVA

Não se pode negar que o convívio com pessoas tóxicas mexe muito com nossas emoções, pois é algo desafiador e isso pode estar desencadeando uma fragilidade emocional.

Essa fragilidade pode levar até a uma carência afetiva, que consequentemente acarreta:

  • Medo de ser abandonado por pior que seja o convívio;
  • Crises de ansiedade com aquela sensação de desespero;
  • Necessidade de controle excessivo;
  • Crises de ciúme constante.

O carente afetivo é subnutrido das suas próprias necessidades e nasce de um deslize da estabilidade emocional.

Seria fundamental a psicoterapia em casos de crises de ansiedade e quadros depressivos para que não prejudiquem as pessoas ao seu redor, como por exemplo, os filhos, mas principalmente a si mesmo, sendo muito importante esse acolhimento psicológico.

Quem cuida da mente, cuida da vida!

Paula Espíndola

Psicóloga, psicoterapeuta de casal e terapeuta sexual

WhatsApp 11 98313 2371

#relacionamentospsicologia #paulaespindolapsicologa #terapeutasexual #psicologaonline #depressão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s