Perguntas para psicóloga sobre DIFICULDADES NOS RELACIONAMENTOS

Perguntas para psicóloga sobre DIFICULDADES NOS RELACIONAMENTOS

  1. Até onde é saudável se doar em um relacionamento onde o desempenho da outra parte não é recíproco?

              Quando estamos bem no relacionamento, é fundamental saber ceder, entregar-se nessa relação, mas não é nada fácil, quando não existe essa troca.

              Sugiro que converse com seu parceiro, fale sobre essa falta de empenho da parte dele e quanto a você, faça o que acha importante para ter um relacionamento saudável.

              Quem sabe, ele não se espelha em você?

              As nossas atitudes sempre refletem no outro.

  • Passo por um dilema de apego emocional, não quero mais ele, mas para mim está difícil desapegar.

              Você tem que refletir bem e ter convicção do que quer e não deixe suas decisões para um segundo plano.

              A dependência afetiva e o apego emocional prejudicam a qualidade dos relacionamentos.

              O apego emocional pode ser:

  • tipo ansioso: quando a ansiedade atrapalha o relacionamento, devido à insegurança e a desconfiança, anulando a si próprio.
  • tipo evitativo: quando começa a fugir, evitar o parceiro, até dos momentos de intimidade.

              Então reflita: Qual seu tipo de apego emocional? E tente reverter essa situação.

  • Não queria amar tanto o meu marido como eu amo, isso me faz mal, dói não sei o que fazer, as vezes ele demonstra que gosta de mim, mas na maioria das vezes percebo que só está comigo por causa das nossas filhas, por que acho isso? Porque várias vezes ele joga na minha cara que não sabe o porquê estamos juntos, que nosso relacionamento não vai dar em lugar algum.

              O amor tem que ser algo leve, gostoso, prazeroso e não algo que dói, que traz sofrimento.

              Um outro ponto importante é perceber a diferença das pessoas, porque somos diferentes uns dos outros, agimos de maneiras diferentes.

              É necessário disposição e vontade para compreender e se adaptar ao outro. Mas pense também em você.

              Lembre-se! O diálogo é sempre o melhor caminho para levar ao esclarecimento e entendimento dos nossos relacionamentos.

  • Você poderia falar sobre não querer ter filhos no casamento? A pessoa já está casada e um quer, mas o outro não. Porém o cônjuge já sabia e agora quer mudar o parceiro.

              No decorrer do namoro tem que conversar sobre os planos futuros, inclusive o fato de ter filhos.

              Quando um dos parceiros não quer ter filhos, a outra parte tem que refletir se é isto mesmo que quer para si. Analise se o relacionamento suportará o desejo de ter filhos.

              Para isso que serve o namoro, para conhecermos e entender melhor o nosso parceiro.

              Agora no seu caso, já se casaram sabendo que um não queria, fica mais difícil negociar.

              Sugiro que converse com ele, veja se há possibilidade de uma negociação, de um novo contrato para seu relacionamento.

              Mas quanto a mudar o parceiro, ninguém consegue mudar ninguém, somente as suas próprias mudanças poderão refletir no outro.

  • Quando uma pessoa fala que te quer, mas reclama que está com dificuldades financeiras para te assumir, o que faço? E nunca transamos para falar que é só sexo.

              Ambos têm que querer resolver as dificuldades.

              Quando ambos estão dispostos a assumir um relacionamento, acredito que não há empecilho que não dê jeito.

              Quanto as dificuldades financeiras, converse com ele francamente sobre isso, tente ajudá-lo e assim tudo ficará mais fácil de ser resolvido.

  • Gostaria de saber se é possível amar uma pessoa e estar apaixonada por outra? Estou em um dilema, nunca passei por uma coisa assim, um conflito horrível.

              Você precisa se questionar se é apenas uma atração física por um deles.

              É necessário refletir bem em seus sentimentos, porque muitas vezes acha-se que está apaixonada por duas pessoas, mas pode ser uma atração, uma admiração.

              Tente analisar bem a situação para não se magoar e nem prejudicar ninguém.

              E se estiver difícil procure uma psicoterapia.

  • Quais são as maiores dificuldades nos relacionamentos?

              Existem inúmeras dificuldades que os casais atravessam nos relacionamentos.

              Separei as mais comuns, que são:

  • ciúme excessivo;
  • egoísmo;
  • falta de diálogo;
  • rotina desgastante;
  • não dividir tarefas;
  • grandes preocupações com trabalho, esquecendo do parceiro;
  • divergências de opiniões;
  • conflitos familiares.
  • Como superar as dificuldades no meu relacionamento?

              Aqui vão algumas dicas para você refletir bem em seu relacionamento e colocar em prática, que são:

  • não traga as memórias do seu passado, de seus relacionamentos anteriores para o atual;
  • respeite a individualidade do seu parceiro, não o sufoque;
  • tente mudar a rotina, provoque mudanças, faça algo diferente do habitual, surpreenda-o;
  • aprenda a dividir e delegar as tarefas, assim a rotina não fica tão estressante;
  • tenha confiança em seu parceiro e acima de tudo tenha autoconfiança;
  • tenham objetivos e sonhos em comum;
  • mantenha sempre o diálogo franco, não deixe para falar amanhã o que deve ser falado hoje;
  • dê importância ao carinho, toque e beijo em seu relacionamento;
  • proporcione momentos do casal prazerosos, saiam juntos ou mesmo em casa tenham momentos juntos;
  • valorize sempre os bons momentos do casal;
  • caso esteja difícil enfrentar essas dificuldades, procure uma psicoterapia.

Vídeo do tema:

Paula Espíndola

Psicóloga, Psicoterapeuta de casal e Terapeuta Sexual

WhatsApp 11 98313 2371

#relacionamentospsicologia #paulaespindolapsicologa #insightpsique #psicologaonline #terapeutasexual #relacionamentoamoroso #fimdorelacionamento #dificuldadesrelacionamentos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s