Perguntas para psicóloga sobre RELACIONAMENTO ABUSIVO – Parte 1

Perguntas para psicóloga sobre RELACIONAMENTO ABUSIVO – PARTE 1

  1. Tenho um relacionamento abusivo, onde ele me ofende, me humilha, diz palavras horríveis. Some na noite, não atende celular, daí quando chega na segunda, diz que está com saudades. Já tentei terminar várias vezes, mas ele sempre diz que me ama, é louco por mim e que nunca me traiu e que sou única, mas já peguei várias conversas com outras. Ele disse que nunca as viu pessoalmente. Sei que não é o homem que eu quero na minha vida, mas eu não consigo deixar ele ir. Quando ele vai, fico esperando as mesmas ladainhas de sempre, sei que não são todas reais, mas gosto de ouvir, me conforta. Tenho medo de ficar sozinha. O que se passa comigo? Por que não consigo dar um ponto final?

              No seu caso tem que refletir em alguns pontos:

1°) você tem consciência de que ele não é o ideal para um relacionamento saudável;

2°) sua dificuldade de deixá-lo, mesmo ouvindo dele o que você não acredita ser real;

3°) medo de estar sozinha.

              Geralmente as pessoas têm medo de sair de um relacionamento abusivo por receio de alguma agressão física, verbal e psicológica.

              É necessário querer sair desse tipo de relacionamento, ter apoio de amigos, familiares e de uma ajuda psicológica para que você consiga tomar suas próprias decisões e ser persistente.

  • Estou em um relacionamento há 8 anos, ele gosta de ser contrariado, logo no início percebi seu comportamento, mas não fiz nada para mudar minha história. Ele é agressivo, ficamos 2 anos separados, onde até se casou com outra mulher. Depois voltamos, mas brigamos, ele vai para casa da mãe dele. Faço de tudo para agradá-lo e também nos seus filhos. Sempre brigamos e voltamos, não aguento mais isso, mas também não sei falar não. Me ajude. Será que estou em um relacionamento abusivo?

              Por mais triste, duro e doloroso que possa aparecer, são que os relacionamentos abusivos ocorrem porque a pessoa permite que isso ocorra, não colocando limites desde o início. Porque o relacionamento abusivo ocorre quando uma das partes pratica o abuso e a outra se submete a isso.

              Se no início do relacionamento, seu parceiro dá indícios de comportamentos abusadores, mostre, fale que não aceita esse tipo de comportamento.

              Agora em vez de fazer tudo para agradá-lo, porque não pensa em fazer algo por você, reflita em sua situação e tenha atitudes consigo mesmo que irá se orgulhar muito.

  • Quando me separei do meu companheiro, tive que ter ajuda psicológica, pois para mim não foi fácil. Só que depois de 4 meses separada, feliz e com ótima saúde, tive uma recaída, minha mãe faleceu e ele sempre na minha volta. Acabei voltando e voltei a velha vida, gorda, tomando remédio para dormir. Como pode a gente saber que a pessoa não faz bem e mesmo assim você não sabe largar?

              A maneira mais produtiva de superar um relacionamento abusivo é através da psicoterapia, porque além de vivenciar o processo de luto do relacionamento com acompanhamento, ajudará a levá-la para um processo de superação.

              Por isso, sugiro que reflita se vale a pena persistir em seu relacionamento, continue com psicoterapia, assim aprenderá a se valorizar mais e elevar sua autoestima.

  • Por que apesar de tudo, a gente ainda sente falta da pessoa? Eu acho que estou ficando louca. Sonho com ele toda noite e me sinto culpada por causa do término. Eu estou mal.

              Na verdade, sente-se falta, porque quando iniciamos um relacionamento, desejamos que seja algo duradouro, feliz e saudável, porque ninguém começa uma relação querendo que ela acabe ou que se torne abusiva.

  • O abusador faz os abusos conscientemente?

              Geralmente o abusador tem um histórico de abuso com outras pessoas.

              Apresenta algumas características que são alimentadas pelo outro.

              Então tem que aprender a reconhecer o perfil do seu parceiro e se apresenta essas características abusivas.

              Ele é tão manipulador, que faz você acreditar que está sempre certo e você passa a ter esperança de que o agressor mudará.

  • Como sei identificar que meu parceiro está se tornando abusivo?

              Foi como falei na questão anterior, tem que estar atento nas características do abusador, que são:

  • ciúme excessivo;
  • possessividade;
  • manipulação;
  • comportamento controlador e explosivo;
  • mudanças repentinas de humor;
  • superioridade;
  • comportamento punitivo e chantagista;
  • humilhações;
  • suas atitudes não correspondem as suas palavras.
  • Como se defender de um relacionamento abusivo?

– 1° passo: é identificar que está num relacionamento abusivo, pois é algo muito difícil e doloroso;

– 2° passo: é querer sair desse relacionamento que te sufoca, machuca, fere, aprisiona;

– 3° passo: é procurar ajuda de amigos, familiares e psicológica;

– 4° passo: é ter a iniciativa de colocar um fim em seu relacionamento;

– 5° passo: é pensar mais em você e elevar sua autoestima;

– 6° passo: é ser feliz.

  • Como sair de um relacionamento doentio e conseguir ser feliz?

              Aqui vão algumas dicas:

  • primeiro perceber o comportamento abusivo do seu parceiro;
  • ter a convicção de que o seu parceiro não tem o domínio da razão e verdade;
  • tenha consciência de que você nunca irá mudá-lo, pois ninguém tem o poder de mudar ninguém;
  • planeje-se para o término do seu relacionamento;
  • invista em sua autoestima;
  • procure ajuda de amigos, familiares e psicoterapia.

Vídeo do tema:

Paula Espíndola

Psicóloga, Psicoterapeuta de casal e Terapeuta Sexual

WhatsApp 11 98313 2371

#relacionamentospsicologia #paulaespindolapsicologa #insightpsique #psicologaonline #terapeutasexual #relacionamentoamoroso #fimdorelacionamento #dificuldadesrelacionamentos #relacionamentoabusivo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s