Perguntas para psicóloga sobre PERDÃO – Parte 1

Perguntas para psicóloga sobre PERDÃO – PARTE 1

  1. Você pode me dizer de forma clara, simples e direta. O que é o perdão? Pois uma pessoa me magoou muito, me traiu, sem nenhum motivo aparente, pois já busquei na minha memória se fiz algo de ruim a ela e não me lembro, ao contrário, as oportunidades que tive para ajudar, sempre ajudei. E ela me traiu de forma dolorosa. Ela trabalha comigo e tenho que passar o dia olhando para ela. Isso me dói muito, muito, não consigo esquecer, fico remoendo o fato todos os dias. Peço muito a Deus, desejo muito me livrar desse sentimento ruim por ela, mas não passa. Apesar do sentimento ruim nunca desejei mal a ela, peço sim a Deus para dar a ela um emprego melhor. Faço a meses o exercício de rezar por ela e dizer que a perdoo, na hora que estou fazendo esse exercício me sinto bem, mas quando chego no trabalho e olho para ela, o sentimento ruim está aqui dentro de vivo. Já faz quase 2 anos que ocorreu o fato e isso não passa, quero muito me livrar dessa carga. Me ajude por favor. Obrigada.

Em primeiro lugar vamos ver o que é o perdão:

  • É um recurso psicológico para lidar com alguma situação que gerou sofrimento;
  • É o movimento de livrar-se de uma culpa ou algo que lhe incomoda;
  • É um processo mental de tentar ou acabar com sentimento de ressentimento ou raiva de alguém ou de si mesmo;
  • É conseguir se libertar de uma mágoa.

Agora no seu caso, sugiro que converse francamente com a pessoa para que você possa se libertar desse sofrimento, tente resolver esses mal-entendidos, porque essa situação só está lhe fazendo mal.

  • Você sabe me explicar qual a diferença entre ferir o coração e ferir o ego da pessoa? Se é que tem diferença? E se quando ferimos o ego somos obrigados a pedir perdão pra pessoa?

Quando ferimos o coração, estamos atingindo as emoções da pessoa.

E ferir o ego, além das emoções envolve os pensamentos, sentimentos, a personalidade da pessoa.

Quanto ao perdão, deve-se pedir somente quando tiver certeza do que quer para não ocorrer arrependimento, mas na verdade porque quando pedimos perdão, na verdade estamos nos libertando.

  • Quais são os benefícios que o perdão nos traz?

O perdão traz benefícios como:

  • Libertar-se da mágoa e ressentimento;
  • Reduz angústia que leva a sintomas físicos;
  • Reduz o estresse;
  • Alivia o coração.
  • Meu marido saiu de casa, se envolveu com várias mulheres pelo telefone, depois me ligou que está arrependido, desliguei o telefone e disse que quer a família de volta.

Você deve consultar seu coração, o que quer para si, sem deixar a razão de lado.

Então reflita bem em tudo que ocorreu para tomar a melhor decisão e não correr o risco de arrependimentos.

Mas lembre-se caso o aceite novamente e o perdoe, não fique jogando na cara dele, deixe o passado para trás.

Perdão não é esquecer, ter crise de amnésia, é saber ressignificar aquilo dentro de si.

  • Sinto uma mágoa muito grande e como vou conseguir conviver com isso sem perdoar a pessoa que me magoou tanto?

Geralmente sentimos mágoa e ressentimento das pessoas que temos afinidade e carinho.

Mas essa mágoa vai amargurando o nosso coração e nos deixa sem forças para enxergar a situação.

Lembre-se quando não perdoo o outro, também não estou me perdoando.

Mas também existem pessoas que estão decididas a não perdoar e se colocam no papel de vítima.

  • Por quantos anos conseguirei viver se não perdoar alguém?

Ficar remoendo uma história que nos machuca, só irá atrapalhar a sua produtividade em seu trabalho e em tudo na vida.

Isso pode se agravar e até levar a transtornos psicológicos e doenças físicas.

  • O que se pode fazer quando sofre por essa dificuldade de perdoar?

O perdão é um processo que passa por várias etapas e ocorre aos poucos:

  • Escreva essa situação em um papel, isso distancia da nossa mente;
  • Reconheça sua dificuldade, não tenha medo de encarar seu sofrimento, a dor merece acolhimento;
  • Analise bem a situação e procure descobrir qual a sua parcela de culpa nessa situação;
  • Aprender a enfrentar a situação e seguir em frente;
  • Liberte-se desse sofrimento, que está lhe fazendo tanto mal.

Vídeo do tema:

Paula Freitas

Psicóloga, Psicoterapeuta de casal e Terapeuta Sexual

WhatsApp 11 98313 2371

paulafreitaspsicologa@gmail.com

@paulafreitaspsicologa

@relacionamentoabusivopsi

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s