Perguntas para psicóloga sobre TRAUMAS PSICOLÓGICOS – Parte 1

Perguntas para psicóloga sobre TRAUMAS PSICOLÓGICOS – PARTE 1

  1. O que são traumas psicológicos?

Traumas psicológicos são aquelas sequelas emocionais deixadas por uma experiência, que causou muita dor e sofrimento, afetando o comportamento, pensamento, sentimentos e emoções, consciente e inconscientemente.

  • Por que existem pessoas que mesmo saindo de nossas vidas, elas permanecem de alguma forma, lembranças, mágoas contidas?

Isso acontece porque ocorreu algum trauma psicológico, ou seja, uma situação dolorosa ou angustiante, que cause repercussões futuras na vida do indivíduo em razão da dificuldade de superação do acontecimento.

  • Como alguém pode se relacionar com outras pessoas com traumas do passado, sejam de cônjuges, amigos ou familiares?

O trauma é toda aquela ferida mal trabalhada, que provoca reações psicológicas, alterando o funcionamento normal do indivíduo.

Para lidar com pessoas assim, em primeiro lugar você deve estar consciente da dificuldade que enfrentará ao lado dessa pessoa e sugiro que o estimule a procurar uma ajuda profissional.

  • Como aceitar uma atitude de um terceiro? Foi algo que ocorreu a alguns anos, mas até hoje não consigo esquecer e essa dor fica remoendo. Como faço para esquecer/aceitar e conseguir seguir em paz?

Esses traumas acabam sedo uma inundação emocional, desestruturando o emocional da pessoa.

No seu caso parece que você está sofrendo com essa situação e veja se não é o caso de perdoar a pessoa, isso não quer dizer que esquecerá o ocorrido, mas o perdão será libertador para si próprio.

  • Como fazer para se livrar dessa sensação que mais parece um fardo e tudo que está em volta lembra a pessoa do passado? Como livrar-se da vontade de voltar para um relacionamento assim que tanto já machucou, um relacionamento doente? Por que insisto se sei que ele não é para mim? E por que todos os outros que se aproximam de mim me faz sentir medo de tentar? Como ser feliz e prosseguir com a história da minha vida pós traumas passados? Ele continua me procurando e diz que vai mudar, devo aceitar? Foram muitas traições e agora ele disse que mudou. E essa sensação que a pessoa um dia voltará a ser como era no início, ou seja, agradabilíssimo.

Então vamos por partes:

  • Em primeiro lugar será necessário analisar todo o contexto do relacionamento, compreender o que ocorreu;
  •  Analise o que te levou ao fim desse relacionamento, que tanto te machucou e feriu para que consiga ser mais firme em suas decisões para não ter recaídas;
  • Quanto a novos relacionamentos, lembre-se que nenhuma relação é igual a outra, então não se martirize com as lembranças do passado;
  • Agora o fato de voltar com ele, só cabe a você decidir, mas analise tudo que ocorreu e se questione: Você acredita que ele realmente mudou? E que não irá mais te magoar e trair? Pense nisso!
  • O que fazer quando não conseguimos mais vê com bons olhos os homens? Como e quando devemos nos abrir e sonhar novamente com o amor?

Em primeiro lugar, nunca podemos generalizar, porque as pessoas são diferentes e não é porque sofreu com algum relacionamento que todos os homens serão iguais e que também lhe fará sofrer ainda mais.

Para se abrir para um novo amor, você deve primeiro ter vivenciado as etapas do luto do relacionamento que são: negação, raiva, negociação, tristeza e aceitação.

Assim você estará mais fortalecida para um novo e grande amor. Permita-se ser feliz!

  • Geralmente as pessoas ficam traumatizadas e pensam que todas são iguais. O que fazer para que a pessoa possa confiar novamente em alguém? Quais atitudes o novo parceiro tem que ter?

Ter mais autoconfiança e acreditar que existam pessoas incríveis.

Quanto as atitudes, é importante entender que o relacionamento precisa que ambos estejam dispostos a vivenciar essa união.

Procure um parceiro que tenha a ver com você, que tenha química, que esteja disposto ao diálogo e que te respeite.

  • Quais são os sintomas que a pessoa apresenta quando passa por traumas psicológicos?

Existem vários sintomas que são:

  • Sintomas físicos: tremores, palpitações e sudorese;
  • Sensações de pânico e ansiedade;
  • Apreensão;
  • Tristeza, desespero e desamparo;
  • Raiva, culpa e irritabilidade;
  • Estresse e desgaste emocional;
  • Pensamentos negativos e catastróficos;
  • Dificuldade de concentração e para tomar decisões.

Vídeo do tema:

Paula Freitas

Psicóloga, Psicoterapeuta de casal e Terapeuta Sexual

WhatsApp 11 98313 2371

paulafreitaspsicologa@gmail.com

@paulafreitaspsicologa

@relacionamentoabusivopsi

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s