Como manter uma boa saúde mental?

COMO MANTER UMA BOA SAÚDE MENTAL?

              Para manter uma boa saúde mental, será fundamental colocar essas dicas em prática:

  • Interaja com as pessoas mesmo que por vídeo chamada, não se isole nesse momento;
  • Alimente os laços familiares;
  • Trabalhe sua paciência consigo mesmo e com os outros;
  • Invista em seu autoconhecimento;
  • Faça atividades prazerosas, use a sua imaginação;
  • Coloque em sua rotina momentos de relaxamento;
  • Pense mais antes de agir, controle sua ansiedade;
  • Faça atividades físicas mesmo que seja em casa, reinvente-se;
  • Cuide bem da alimentação e sono;
  • Trabalhe em si pensamentos mais positivos;
  • Faça pausas durante seu trabalho diário;
  • Evite as informações em massa para não se desestabilizar emocionalmente;
  • Assista séries, filmes, documentários e existe músicas que lhe agradam;
  • Evite uso de bebidas alcóolicas;
  • Cultive os laços familiares e de amizade;
  • Esteja atento aos cuidados sanitários para evitar a contaminação;
  • Caso esteja sendo difícil encarar essas instruções, procure ajuda psicológica. Faça psicoterapia.

Devemos aceitar esse momento, lembrando sempre que tudo passará e que vamos enfrentar mais esse desafio.

Paula Espíndola

Psicóloga e Terapeuta Sexual

Quem cuida da mente, cuida da vida!

#saudemental #pandemia #relacionamentospsicologia #paulespindolapsicologa #insightpsique #terapeutasexual #psicologaonline #janeirobranco

Objetivos para saúde mental – Janeiro Branco

OBJETIVOS PARA SAÚDE MENTAL – JANEIRO BRANCO

              A campanha Janeiro Branco tem 5 objetivos importantes, que são:

  • Fazer do mês de janeiro ser um marco temporal e estratégico para que todas as pessoas do mundo reflitam, debatam, planejam ações em prol da saúde mental e da felicidade em sua vida ao longo de todo o ano;
  • Chamar atenção de todo o mundo para o tema da saúde mental da vida das pessoas;
  • Aproveitar o início do ano para incentivar as pessoas a pensarem a respeito de sua vida e de seus relacionamentos e o que andam fazendo para serem verdadeiramente felizes;
  • Chamar atenção das pessoas para pensarem a respeito do que precisam mudar em suas vidas para serem realmente felizes;
  • Mostrar as pessoas que sempre é possível o fechamento e a abertura de novos ciclos em busca da felicidade em sua vida.

Lembre-se: não espere o ano começar para trabalhar suas emoções e investir em sua saúde mental.

Paula Espíndola

Psicóloga e Terapeuta Sexual

Quem cuida da mente, cuida da vida!

#saudemental #pandemia #relacionamentospsicologia #paulespindolapsicologa #insightpsique #terapeutasexual #psicologaonline #janeirobranco

Perguntas para psicóloga sobre DÚVIDAS SOBRE RELACIONAMENTOS

Perguntas para psicóloga sobre DÚVIDAS DE RELACIONAMENTOS

  1. Podemos falar sobre regras de etiqueta de relacionamentos?

              As regras vão sendo construídas dentro de cada relacionamento, porque uma relação nunca é igual a outra.

              Mas o fundamental é ter princípios éticos, valores, bom senso e manter sempre o diálogo para ir ajustando o que pode ser melhorado.

  • O que pode ser fazer hoje em dia e o que é abominável?

              Depende do tipo de relacionamento você está vivenciando.

              Durante o convívio com o parceiro, vamos conhecendo a pessoa e assim construindo e firmando as regras desse relacionamento.

              O importante é você estar ciente do que quer para si e do que é capaz de suportar.

              Porque não adianta aceitar algumas regras para simplesmente agradar o outro, pois isso poderá ser muito doloroso.

  • Não curto muito cultivar relacionamentos. Por conta disso, meu círculo social é bastante restrito. Às vezes sinto falta de estar com pessoas, mas outras vezes não. Algo no meu passado pode ter contribuído para esse comportamento atual?

              A princípio isso pode responder, com certeza é você mesma.

              Reflita se teve algum episódio em sua vida que a levasse a querer se isolar.

              E seria interessante você fazer uma psicoterapia para te ajudar nesse processo.

  • O meu problema com meu relacionamento é que me doo mais do que a pessoa. E depois acabo enjoando e sempre acabo ficando sozinha de novo. Não sei como lidar com isso.

              Pelo que estou percebendo, o maior problema não são os seus relacionamentos, mas sim a maneira de como você lida com eles.

              Em primeiro lugar reveja sua postura, entre num relacionamento se você acha que realmente vale a pena.

              E agora eu te pergunto: Como está o relacionamento consigo mesmo? Reflita sobre isso.

  • Relacionamento é complicado. Aprender e compartilhar para mim é difícil. Convivo, mas não compartilho. Sou como uma concha para todos os 4 tipos de relacionamento (profissional, de amizade, familiar e amoroso). Às vezes, faço alguma coisa que muda a situação, mas depois, é como se eu voltasse atrás. Hoje em dia a interação com as pessoas está muito difícil e complicada na minha opinião.

              O relacionamento é um grande aprendizado do convívio com as pessoas.

              A troca e o compartilhamento fazem parte na construção de um relacionamento saudável.

              Estou percebendo que você está sofrendo com essa situação, tente rever sua postura e caso esteja difícil, procure ajuda em uma psicoterapia que poderá nortear as suas ideias, levando ao autoconhecimento para você ter mais facilidade em se relacionar com as pessoas.

  • Me sinto muito insegura nos seus relacionamentos. O que posso fazer para melhorar isso?

              Vou dar algumas dicas para que você tenha mais segurança nos seus relacionamentos, como:

  • acredite mais no seu potencial e se valorize;
  • tome cuidado com ciúme excessivo;
  • não crie muitas expectativas e seja mais realista;
  • respeite a individualidade do seu parceiro;
  • fale francamente dos seus sentimentos e desejos. 

Vídeo do tema:  https://www.youtube.com/watch?v=-PHVJQ0yiU0&t=7s

Paula Espíndola

Psicóloga e Terapeuta Sexual

#relacionamentospsicologia #paulaespindolapsicologa #insightpsique #psicologaonline #terapeutasexual #relacionamentoamoroso #conflitos

Campanha para saúde mental – Janeiro Branco

CAMPANHA PARA SAÚDE MENTAL – JANEIRO BRANCO

              A campanha Janeiro Branco é dedicada a saúde mental e emocional das pessoas.

              Janeiro, esse mês foi pensado com carinho por ser a virada do ano, um novo ano que está se iniciando com novas perspectivas, são momentos mais reflexivos, é um mês terapêutico, porque refletimos o que aconteceu no anterior e traçarmos metas para esse novo ano.

              É um momento em que abrimos as portas para olhar dentro de si.

              Refletir na qualidade dos nossos relacionamentos, na qualidade de vida e em nosso equilíbrio emocional.

O Branco, porque é um momento de partida, é uma página em branco que escreveremos e traçaremos a nossa história.

Janeiro Branco tem dois propósitos:

  • Incentivar a mudança nas pessoas, analisar tudo o que aconteceu com você;
  • Colocar mão na massa e traçar novas metas e aproveitar esse momento de início de ano para ir em busca de novas conquistas.

Planeje e trace suas metas! Não se acomode! Observe e fique atento aos seus pensamentos para buscar um equilíbrio emocional.

Paula Espíndola

Psicóloga e Terapeuta Sexual

Quem cuida da mente, cuida da vida!

#saudemental #pandemia #relacionamentospsicologia #paulespindolapsicologa #insightpsique #terapeutasexual #psicologaonline #janeirobranco

Os efeitos da pandemia na saúde mental

OS EFEITOS DA PANDEMIA NA SAÚDE MENTAL

              Essa pandemia trouxe muitos prejuízos emocionais para as pessoas diante de tantas incertezas.

              Os efeitos e sintomas mais recorrentes são:

  • Medo da perda;
  • Mudança de hábitos e estilo de vida diferentes;
  • Transtornos de ansiedade;
  • Quadros depressivos;
  • Síndrome de pânico;
  • Preocupação excessiva e estresse devido ao isolamento social.

Como podemos perceber a pandemia desestabilizou toda uma sociedade, país e mundo, mas reconhecer esses sintomas o quanto antes é fundamental para um tratamento mais eficaz para que se possa usufruir de uma boa qualidade de vida.

Paula Espíndola

Psicóloga e Terapeuta Sexual

Quem cuida da mente, cuida da vida!

#saudemental #pandemia #relacionamentospsicologia #paulespindolapsicologa #insightpsique #terapeutasexual #psicologaonline

Como fica a saúde mental na pandemia?

COMO FICA A SAÚDE MENTAL DURANTE ESSA PANDEMIA?

              Cada indivíduo responde as dificuldades diante da pandemia de maneiras distintas, uns pedem apoio aos familiares, outros se isolam mesmo em casa diante dos familiares.

              Assim, como somos todos diferentes e únicos, reagimos de maneiras diferentes com reações diversas como:

  • Medo de se contaminar com a doença;
  • Medo de morrer e de perder algum ente querido;
  • Preocupação para suprir as necessidades pessoais;
  • Preocupação com a estabilidade financeira e perda de emprego;
  • Oscilações de humor;
  • Alterações de sono;
  • Sentimentos negativos devido ao isolamento;
  • Sensações de raiva, irritabilidade e desespero;
  • Sensação de impotência para cuidar dos familiares;
  • Impaciência em lidar com crianças em casa;
  • Mal gerenciamento do tempo em relação as atividades profissionais;
  • Uso excessivo de informações sobre a doença, muitas vezes notícias falsas ou infundadas;
  • Afastamento de amigos;
  • Privação de encontros e profissionais.

Está passando por algumas dessas dificuldades? Procure a psicoterapia.

Paula Espíndola

Psicóloga e Terapeuta Sexual

Quem cuida da mente, cuida da vida!

#saudemental #pandemia #relacionamentospsicologia #paulespindolapsicologa #insightpsique #terapeutasexual #psicologaonline