Por que uma pessoa trai?

POR QUE UMA PESSOA TRAI?

Existem vários motivos que podem levar a uma traição, isso é muito particular de cada relacionamento.

Cada casal entende a traição de um jeito, por isso deve ter muito diálogo e acordos entre o casal para que ambos saibam o que é traição dentro dessa relação.

O ciúme excessivo é algo perigoso dentro de um relacionamento, principalmente quando não há indícios reais e apenas imaginários de uma possível traição.

O ciumento julga que seu parceiro é o culpado pelo seu sofrimento.

O ciumento doentio ou patológico necessita de ajuda psicológica para que não prejudique cada vez mais a relação.

Afinal quem cuida da mente, cuida da vida!

Paula Freitas

Psicóloga, psicoterapeuta de casal e terapeuta sexual

WhatsApp – 11 98313 2371

paulafreitaspsicologa@gmail.com

@paulafreitaspsicologa

@relacionamentoabusivopsi

#paulafreitaspsicologa #relacionamentospsicologia #insightpsique #terapeutasexual #psicologaonline #psicoterapeutadecasal #psicoeducação #dificuldadesnosrelacionamentos #conflitosnosrelacionamentos #narcisista #relacionamentoamoroso #fimdorelacionamento #separação #sexualidade #relacionamentoabusivo #relacionamentoabusivopsi

Alinhando gostos e desejos

ALINHANDO GOSTOS E DESEJOS NO RELACIONAMENTO

É fundamental no relacionamento amoroso cada um falar dos seus gostos, desejos e vontades com respeito e acolhimento.

No relacionamento amoroso temos a intimidade, a prática e o desejo. Esses aspectos podem ser observados de acordo com cada casal, através de 3 pontos importantes:

  • Lado afetivo: onde se cultiva momentos cotidianos, através de muito afeto, carinho e ternura.
  • Prática: estarem dispostos a alinharem gostos pessoais, hobbies, viagens pretendidas, músicas favoritas.
  • Desejos: estar atento e disposto a reconhecer suas próprias vontades sua intensidade sexual e assim aprimorar a sexualidade.

O diálogo, inclusive sobre sexualidade, é importantíssimo para o investimento na relação.

Afinal quem cuida da mente, cuida da vida!

Paula Freitas

Psicóloga, psicoterapeuta de casal e terapeuta sexual

WhatsApp – 11 98313 2371

paulafreitaspsicologa@gmail.com

@paulafreitaspsicologa

@relacionamentoabusivopsi

#paulafreitaspsicologa #relacionamentospsicologia #insightpsique #terapeutasexual #psicologaonline #psicoterapeutadecasal #psicoeducação #dificuldadesnosrelacionamentos #conflitosnosrelacionamentos #narcisista #relacionamentoamoroso #fimdorelacionamento #separação #sexualidade #relacionamentoabusivo #relacionamentoabusivopsi

Dica de ouro para o diálogo entre o casal

DICA DE OURO PARA O DIÁLOGO ENTRE O CASAL

O diálogo é a base do relacionamento saudável.

Alguns ruídos devem ser observados e conversados, pois pode interferir na comunicação do casal.

O maior problema é que quando acho que estou sendo claro, pois cada um tem seu filtro de realidade de acordo com a personalidade de cada um.

Durante o diálogo é primordial falar sua frase em primeira pessoa, como por exemplo: “Eu estou sentindo sua falta para fazer o jantar comigo”.

A dica de ouro para diálogo produtivo é falar de seus sentimentos e falar do fato em questão, ou seja, o possível pedido.

Afinal quem cuida da mente, cuida da vida!

Paula Freitas

Psicóloga, psicoterapeuta de casal e terapeuta sexual

WhatsApp – 11 98313 2371

paulafreitaspsicologa@gmail.com

@paulafreitaspsicologa

@relacionamentoabusivopsi

#paulafreitaspsicologa #relacionamentospsicologia #insightpsique #terapeutasexual #psicologaonline #psicoterapeutadecasal #psicoeducação #dificuldadesnosrelacionamentos #conflitosnosrelacionamentos #narcisista #relacionamentoamoroso #fimdorelacionamento #separação #sexualidade #relacionamentoabusivo #relacionamentoabusivopsi

Tipos de casais

TIPOS DE CASAIS

Duas pessoas muito parecidas podem estacionar ou enfraquecer o outro, isso depende muito da dinâmica desse casal.

Existem 3 tipos de casais, com personalidades que acabam se reunindo com mais frequência, que são:

  • Emocionais X racionais;
  • Controladoras X submissas;
  • Práticas X imaginativas.

Essas diferenças de personalidade podem ser complementar ou desunir um casal.

Nem semelhanças e nem diferenças são fundamentais, o importante é o equilíbrio.

Afinal quem cuida da mente, cuida da vida!

Paula Freitas

Psicóloga, psicoterapeuta de casal e terapeuta sexual

WhatsApp – 11 98313 2371

paulafreitaspsicologa@gmail.com

@paulafreitaspsicologa

@relacionamentoabusivopsi

#paulafreitaspsicologa #relacionamentospsicologia #insightpsique #terapeutasexual #psicologaonline #psicoterapeutadecasal #psicoeducação #dificuldadesnosrelacionamentos #conflitosnosrelacionamentos #narcisista #relacionamentoamoroso #fimdorelacionamento #separação #sexualidade #relacionamentoabusivo #relacionamentoabusivopsi

Perguntas para psicóloga sobre TRANSTORNOS

Perguntas para psicóloga sobre TRANSTORNOS – Parte 1

  1. O que são transtornos mentais?

Transtornos mentais, também conhecido como transtornos psicológicos são:

  • Alterações mentais que prejudicam o desempenho da pessoa na vida familiar. Social, pessoal e profissional;
  • Um padrão traumático vivenciado na infância pode deixar sequelas, podendo provocar transtornos;
  • São desencadeados por problemas emocionais mal resolvidos;
  • São fixações, obsessões do passado, pensamentos repetitivos que ficam ruminando e angustiando.
  • Existe diferença entre síndrome e transtorno?

Sim, existe! Antes vou falar do que é sintoma.

  • Sintoma: é um sinal de alerta em que algo no organismo não está bem. Geralmente são queixas trazidas pelo paciente.
  • Síndrome: é um conjunto de sintomas que ocorrem ao mesmo tempo e se manifestam através do estado clínico associado a problemas de saúde.
  • Transtorno:
    • É uma perturbação de ordem psicológica e/ou mental;
    • São alterações mentais que afetam a saúde, causando sofrimento ou comprometimento das ações ou personalidade;
    • É estado alterado da saúde e que nem sempre está vinculado a uma doença.
  • Quais são os fatores que levam a transtornos mentais?

Os fatores podem ser de ordem:

  • Biológica;
  • Psicológica;
  • Socioculturais.

Os principais fatores são:

  • Genéticos;
  • Alterações cerebrais;
  • Estresse excessivo;
  • Personalidade individual;
  • Agressões físicas e psicológicas;
  • Falta de equilíbrio emocional.
  • Quais são os tipos de transtorno?

Existem vários tipos de transtorno, vou citá-los de acordo com as classificações.

Os principais tipos são classificados por:

  • Transtornos de ansiedade;
  • Transtornos de humor;
  • Transtornos de conduta;
  • Transtornos de personalidade;
  • Transtornos alimentares;
  • Transtornos psicóticos;
  • Transtorno por uso de substâncias.

Vou falar um pouco de cada, respondendo as dúvidas que chegaram até mim sobre diversos transtornos.

  • Quais são os principais transtornos de personalidade?

Vou citar os transtornos de personalidade mais conhecidos, que são:

  • Borderline;
  • Transtorno obsessivo compulsivo (TOC): que também é transtorno de ansiedade;
  • Antissocial;
  • Transtorno de personalidade múltipla;
  • Evitativa;
  • Histriônico;
  • Esquizotípico;
  • Esquizoide;
  • Narcisista;
  • Paranoide.
  • O que é Borderline?
  • É um transtorno de personalidade onde a pessoa apresenta um jeito de ser, sentir, perceber e se relacionar com outros de uma maneira que foge do padrão convencional;
  • É um transtorno com o distanciamento do EU,
  • São pessoas muito intensas, sensíveis e altamente impulsivas, com tendência a relacionamentos com grande dependência, pois estão sempre precisando de alguém.
  • Estou me relacionando com uma pessoa com Borderline e agora senti na pele a expressão “montanha russa emocional”.

É exatamente assim! Os principais sintomas são:

  • Medo de ser abandonado;
  • Relacionamentos conturbados;
  • Dificuldade com autoimagem;
  • Impulsividade;
  • Automutilação: é comum se automutilar, porque quando sangra, percebe a sua existência;
  • Intolerante à frustração;
  • Crises de irritabilidade e raiva;
  • Grande instabilidade emocional;
  • Sensação de um vazio interno;
  • Alterações de humor: algo muito pequeno toma grandes proporções, então se desestabiliza;
  • Tentativa de suicídio.
  • Existe alguma medicação para ajudar na instabilidade emocional, no humor e vazio existencial que sente uma pessoa com Borderline?

Não existe medicamento específico para Borderline, somente para as comorbidades, ou seja, os sintomas que vão surgindo devido ao Borderline.

Os medicamentos podem aliviar sintomas de ansiedade, depressivos, agressivo e perfeccionismo exagerado.

  • Qual é a melhor linha ou abordagem de psicoterapia nos casos de Borderline?

Muitas pessoas optam pela TCC que é a Terapia cognitivo comportamental, mas acredito que outras linhas também podem ajudar para esses casos.

Já que é necessário a psicoterapia para a pessoa se reencontrar, pois será um processo longo e difícil.

Também é muito comum a terapia familiar e terapia de casal para que a pessoa consiga lidar com esse sofrimento com apoio familiar.

Vídeo do tema:

Paula Freitas

Psicóloga, Psicoterapeuta de casal e Terapeuta Sexual

WhatsApp 11 98313 2371

paulafreitaspsicologa@gmail.com

@paulafreitaspsicologa

@relacionamentoabusivopsi

A paixão e o amor no relacionamento amoroso

 A PAIXÃO E O AMOR NO RELACIONAMENTO

A paixão é uma fase de grande intensidade e oscilação no relacionamento amoroso, dura por volta de 1 a 3 anos esse período apaixonado.

A paixão faz o casal ver o relacionamento no campo idealizado, foge da realidade e vai para campo da fantasia.

Quando passa a fase da paixão, os casais podem se enfraquecer, pois agora não existe mais tanta idealização.

Então vem a fase do amor, com intimidade, desejo e cada casal se pega mais em um aspecto que ache relevante para a relação.

Não dá para manter a paixão acesa no decorrer de todo o relacionamento, mas isso não quer dizer que o casal não deva investir e aprimorar a sexualidade do casal.

O amor é uma ação, cria estado de espírito de empoderamento.

Uma grande parcela dos relacionamentos não acaba por falta de amor, mas a logística é um dos maiores motivos para o fim da relação.

Para ser um bom empreendedor amoroso deve-se trabalhar aspectos como finança, espaço físico, a logística e a mente de cada um.

Afinal quem cuida da mente, cuida da vida!

Paula Freitas

Psicóloga, psicoterapeuta de casal e terapeuta sexual

WhatsApp – 11 98313 2371

paulafreitaspsicologa@gmail.com

@paulafreitaspsicologa

@relacionamentoabusivopsi

#paulafreitaspsicologa #relacionamentospsicologia #insightpsique #terapeutasexual #psicologaonline #psicoterapeutadecasal #psicoeducação #dificuldadesnosrelacionamentos #conflitosnosrelacionamentos #narcisista #relacionamentoamoroso #fimdorelacionamento #separação #sexualidade #relacionamentoabusivo #relacionamentoabusivopsi