A importância do posicionamento no relacionamento

A IMPORTÂNCIA DO POSICIONAMENTO NO RELACIONAMENTO

Nosso posicionamento e estabelecimento de nossos limites é um grande sinal de que se preocupa consigo mesmo, se valoriza e se ama.

Quando não consegue se posicionar, vai deixando lacunas para sua fragilidade emocional, que poderá acarretar dependência emocional, onde acaba se anulando por medo de perder o outro, de ser abandonada ou rejeitada, sem se dar conta que está se perdendo de si mesmo, esquecendo de si, abdicando de seus sonhos, vivendo a vida do outro.

Regra básica e urgente: eu preciso me amar em primeiro lugar para depois amar outra pessoa. Quanto mais amor tenho por mim, mais consigo amar o outro.

Quando me amo e me respeito. Não aceito migalhas emocionais, pois me sinto merecedor de um jantar completo e nunca migalhas e sobras.

Jamais se deixe de lado para não cair no autoabuso.

Afinal quem cuida da mente, cuida da vida!

Paula Freitas

Psicóloga, psicoterapeuta de casal e terapeuta sexual

WhatsApp – 11 98313 2371

WhatsApp:

paulafreitaspsicologa@gmail.com

@paulafreitaspsicologa

@relacionamentoabusivopsi

#paulafreitaspsicologa #relacionamentospsicologia #insightpsique #terapeutasexual #psicologaonline #psicoterapeutadecasal #psicoeducação #dificuldadesnosrelacionamentos #conflitosnosrelacionamentos #narcisista #relacionamentoamoroso #fimdorelacionamento #separação #sexualidade #relacionamentoabusivo #relacionamentoabusivopsi

Faço tudo para outros e esqueço de mim

FAÇO TUDO PARA OUTROS E ESQUEÇO DE MIM

Quantas vezes já se pegou fazendo tudo para outros? E quando percebe já nem tem mais forças para cuidar de si, afinal gastou toda sua energia cuidando de filhos, casa, família, trabalho, enfim de tudo e de todos.

É claro que temos muitas obrigações e deveres a fazer no decorrer do dia, mas acaba priorizando os outros. Cadê o seu momento?!

Reflita sobre as prioridades que tem em seu dia e em sua vida. Onde está nessa pirâmide de prioridades? Que lugar está se colocando em sua vida?

Dedicação e entrega para todos que são importantes, mas esquece de si, de fazer algo por si.

É fundamental colocar-se no topo da pirâmide de prioridade, pois quando nos cuidamos, nos acolhermos, nos amamos, fica muito mais fácil amar os outros.

Eu me amo! Assim consigo me abastecer, cuidar de mim e dos outros.

Afinal quem cuida da mente, cuida da vida!

Paula Freitas

Psicóloga, psicoterapeuta de casal e terapeuta sexual

WhatsApp – 11 98313 2371

WhatsApp:

paulafreitaspsicologa@gmail.com

@paulafreitaspsicologa

@relacionamentoabusivopsi

#paulafreitaspsicologa #relacionamentospsicologia #insightpsique #terapeutasexual #psicologaonline #psicoterapeutadecasal #psicoeducação #dificuldadesnosrelacionamentos #conflitosnosrelacionamentos #narcisista #relacionamentoamoroso #fimdorelacionamento #separação #sexualidade #relacionamentoabusivo #relacionamentoabusivopsi

Autoabuso

AUTOABUSO

Existem muitas pessoas, que dão espaço para que os outros abusos prevaleçam em suas vidas.

Geralmente, acontece devido ao autoabuso, que é o abuso consigo mesmo e assim acaba autorizando os outros a abusarem de si mesmo que de maneira inconsciente. Isso acontece porque nem está se dando conta dessa contribuição para o abuso.

É muito mais fácil enxergarmos o mal que outros fazem, mas quantas vezes você nem percebe o que está fazendo contra si.

Se preocupa em respeitar ao outros, ser agradável para outros, mas esquece de respeitar a pessoa mais importante da sua vida, que é você mesma.

É importante fazer uma autorreflexão e avaliar o que está fazendo consigo mesmo: está se respeitando, se valorizando, estabelecendo limites?

Quando aprendo a me amar e me valorizar, não aceito que abusem de mim, nem eu mesma.

Afinal quem cuida da mente, cuida da vida!

Paula Freitas

Psicóloga, psicoterapeuta de casal e terapeuta sexual

WhatsApp – 11 98313 2371

WhatsApp:

paulafreitaspsicologa@gmail.com

@paulafreitaspsicologa

@relacionamentoabusivopsi

#paulafreitaspsicologa #relacionamentospsicologia #insightpsique #terapeutasexual #psicologaonline #psicoterapeutadecasal #psicoeducação #dificuldadesnosrelacionamentos #conflitosnosrelacionamentos #narcisista #relacionamentoamoroso #fimdorelacionamento #separação #sexualidade #relacionamentoabusivo #relacionamentoabusivopsi

As principais dificuldades na sexualidade

AS PRINCIPAIS DIFICULDADES SEXUAIS

Existem algumas dificuldades sexuais que devem ser tratadas, as mais comuns são:

  • Desejo: que pode estar relacionado ao transtorno do interesse, ligada diretamente ao desejo e excitação. Existem desejo espontâneo que ocorre no início do relacionamento e o desejo responsivo, que ocorre no decorrer do relacionamento.
  • Intenções sexuais: é necessário ter estímulos entre o casal. Deve-se observar se existe insegurança ou distração, prejudicando a sexualidade.
  • Questões fisiológicas: que devem ser investigadas, pois podem prejudicar o desejo.
  • Pré-menopausa: pode ter mais dificuldade na libido.
  • Dispaurenia: dor na relação.
  • Vaginismo: dificuldade na penetração.
  • Ejaculação precoce: trabalhar as dificuldades que leva a essa disfunção sexual.

Nesses casos será necessária uma avaliação médica, acompanhada de terapia sexual.

Afinal quem cuida da mente, cuida da vida!

Paula Freitas

Psicóloga, psicoterapeuta de casal e terapeuta sexual

WhatsApp – 11 98313 2371

WhatsApp:

paulafreitaspsicologa@gmail.com

@paulafreitaspsicologa

@relacionamentoabusivopsi

#paulafreitaspsicologa #relacionamentospsicologia #insightpsique #terapeutasexual #psicologaonline #psicoterapeutadecasal #psicoeducação #dificuldadesnosrelacionamentos #conflitosnosrelacionamentos #narcisista #relacionamentoamoroso #fimdorelacionamento #separação #sexualidade #relacionamentoabusivo #relacionamentoabusivopsi